Nos acompanhe através das redes socias

Boletim Informativo

Para manter-se atualizado, cadastre seu e-mail e receba os nossos informativos periódicos!

22 de Fevereiro de 2021

Clipping – A Tarde - Cartórios de Salvador registram o menor número de nascimentos em janeiro

Fonte: A Tarde

Um levantamento da Associação dos Registradores Civis das Pessoas Naturais do Estado da Bahia (Arpen-BA), com base nos registros de nascimentos realizados nos 25 Cartórios de Registro Civil existentes no município, mostra uma queda de 21,2% nos nascimentos em janeiro de 2021, em comparação com 2020.

Janeiro deste ano é o primeiro mês após o período normal de gestação, desde a chegada da Covid-19 no Brasil, em que os casais optaram por ter filhos ou não, já com a crise sanitária instalada no País.

Os dados constam no Portal da Transparência do Registro Civil, repositório de estatísticas dos atos praticados pelos Cartórios de Registro Civil do País, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

Em janeiro deste ano, foram realizados 2.413 nascimentos, número 21.22% menor que o registrado em janeiro do ano passado, quando houve 3.063 registros. O número é ainda quase 22 pontos percentuais menor que a média municipal do mês de janeiro desde 2004, que é de -0,10% ao ano, número que se repete quando se olha o período anual.

No estado da Bahia, os números de nascimentos em janeiro também tiveram queda, foram realizados 13.995 nascimentos, 18,01% menor que o registrado em janeiro do ano passado, quando houve 17.070 registros. O número é ainda quase 19 pontos percentuais menor do que a média histórica estadual do mês de janeiro desde 2002, que é de -0,73% ao ano, número que se repete quando se verifica o período anual.

O número de nascimentos registrados em 2021 ainda pode vir a aumentar, assim como a variação da média anual, uma vez que os prazos para registros chegam a prever um intervalo de até 15 dias entre o nascimento e o lançamento do registro no Portal da Transparência. Além disso, alguns estados brasileiros expandiram o prazo legal para comunicação de registros em razão da situação de emergência causada pela Covid-19.


Fonte: A Tarde

Confira Também